quinta-feira, 14 de julho de 2011

Again - 3º capítulo



No capítulo anterior ...


Desliguei o telefone e antes de sair da cabine, coloquei o capuz da minha blusa na cabeça.
Corri entre os carros e fui direto pra estação. Chegando lá eu percebi que não era o único encharcado , e isso realmente poderia me deixar feliz se eu não estivesse com o olho enxado e vermelho e a barra da calça toda suja de lama que aquele infeliz do carro jogou em mim. Percebi que o metrô acabara de sair, bufei de raiva e fiquei esperando o próximo.
Depois de trinta e dois minutos esperando, o metrô finalmente passou. Passei as mãos no cabelo percebendo como um dia pode ser tão longo, e pedi pra que mais nada de ruim acontecesse comigo.




Mas como era de se imaginar, mais alguma coisa ruim iria acontecer. Comigo, claro. Dito e feito, o metrô estava lotado. Acho que não cabia nem uma formiguinha por mais pequena que ela seja. Entenderam o aperto ?
Fui me espremendo ao máximo pra tentar chegar a um lugar confortável... mas estava difícil, bem difícil. Mas aí, uma coisa boa finalmente havia acontecido no meu dia. Uma menina linda que logo fez meu coração disparar. Ela era linda, completamente linda. Fiquei ali, observando a , por uns cinco minutos. Até que ela percebeu e eu tive que disfarçar. 
Percebi que ela logo desceu , e eu, desci na mesma estação. Mesmo sabendo que onde eu morava era do outro lado da cidade. 
 
Você on


Saí da estação e fui andando até um McDonald's mais próximo. Mas percebi que havia alguém me seguindo. Até pensei que poderia ser coincidência, mas andar colado em mim por três quarteirões é coincidência demais não?
Olhava a cada cinco minutos pra trás, e a pessoa sempre disfarçava .Coloquei a bolsa grudada a mim e andei praticamente correndo. 
Tentava disfarçar meu medo ... o que eu sei que não iria adiantar caso ele fosse um ladrão, ou um maníaco. Ok, - seu nome - é coincidência. Empurrei a porta da lanchonete, e suspirei aliviada . Agora se ele quisesse fazer alguma coisa, haveria testemunhas.
Eu estava tão nervosa que acabei pedindo um chocolate quente. E eu realmente não sei o que leva uma pessoa ir ao McDonald's e pedir um chocolate quente, mas enfim. Fiquei olhando de um lado para o outro enquanto batia minha unhas na mesa... sim, eu estou nervosa e muito. Aliás, eu vejo todo dia pessoas sendo roubadas, sequestradas, mortas .... etc e tal , vocês não ? Meu chocolate chegou e eu pude ver a porta da lanchonete sendo aberta. Olhei rapidamente para ela e vi o maníaco entrando. 


Você: OMG. - sussurrei baixinho enquanto abaixava a cabeça pra não ser reconhecida. Ele se sentou em um dos bancos que havia em frente ao balcão, e na tentativa de me manter calma comecei a rodar o canudinho dentro do copo... uma hora dessas o chocolate quente estava chocolate frio =X 
Disfarçadamente olhei aquele menino e vi que o mesmo parecia estar procurando alguém. E o alguém obviamente era eu . Abaixei a cabeça mais uma vez pensando em todas as coisas negativas que você possa imaginar. 


Xxx: Moça. - e esse sussurro em meu ouvido me fez dar um hiper grito e derramar 1/3 do chocolate quente na mesa e o resto em mim. Olhei pra trás rapidamente , enquanto toda a lanchonete olhava pra mim. Mas eu percebi que era apenas um atendente - me desculpa, eu não queria te assustar só queria saber se você queria mais alguma coisa.


Você: É no momento eu preciso de uma roupa nova e de um bom banho. Mas isso não te interessa. - cinco segundos depois eu percebi o que havia falado. Ótimo agora além de doida, vou ficar com fama de grossa. - desculpa...eu não queria ser grossa.


Xxx: Não, tudo bem... - ele disse saindo. E eu fiz o mesmo. Peguei minhas coisas, e no meio de tantos olhares, saí de lá. 


Xxx: Hey. - olhei pra trás e vi o "maníaco" vindo atrás de mim. Apressei os passos e percebi que ele também. - eu só quero saber se você está bem.


Você: Se eu disser que sim você vai me matar e fazer tudo ficar mal?


Xxx: Hein? - eu me virei pra trás e ele parou. 


Você: Toma. - eu estiquei minha bolsa. - pode pegar, leva tudo. Só não me mata por favor.


Xxx: Do que você tá falando? - ele disse fazendo uma careta.




Você: Da minha vida. Toma leva. - eu estiquei mais ainda a bolsa.


Xxx: Eu não to afim de te roubar.


Você: Não?


Xxx: Não.


Você: Ah ... - eu disse sem graça e abaixando a bolsa - então porq estava me seguindo ? Desde o metrô ?


Xxx: Eu estava te seguindo?


Você: Estava. Não estava?


Xxx: É, eu estava. Quer dizer...


Você: Porq O_O ?


Xxx: Nunca ouviu falar em amor a primeira vista?


Você: Eu já ouvi falar em problema mental serve?


Xxx: Eu não sou doido.


Você: Eu não to falando que você é louco. Mas olha, eu conheço um psicólogo ótimo. Se você quiser eu posso arrumar o número dele. 


Xxx: Eu já disse que eu não sou doido.


Você: Eu não sei não viu ? Primeiro me segue, vem com papo de amor a primeira vista ... isso soa estranho, muito estranho.


Xxx: Você nunca viu filme não? As histórias começam com amor a primeira vista, é por isso que eles ficam felizes no final.


Você: Em filme sim, na vida real não. Quer dizer, na minha vida não.


Xxx: Acabou de acontecer.


Você: Então... qual o seu nome mesmo?


Xxx: Justin.


Você: Então Justin, eu tenho que ir embora tá? Conversar com um maníaco não é o que eu tava planejando fazer hoje. - eu me virei  e continuei andando. Mas aí o tal Justin ... ficou na minha frente, me impedindo de continuar andando.


Justin: E você acha que eu planejei conhecer você ? Não. Sabe eu tive um dia horrível, totalmente horrível. Mas se eu falar que isso se chama destino você vai acreditar ? - eu balancei a cabeça negativamente - olha senta aqui . - ele me puxou até um banco que havia ali e sentou, e eu fiz o mesmo. - o meu celular acabou a bateria, se não tivesse acabado eu não chegaria atrasado na escola, não perderia aula e muito provável a corda do violão não teria acertado meu olho. E aí eu não iria sair da escola. Eu liguei pra minha mãe, e eu poderia ter pego o metrô anterior se minha irmã não tivesse me pedido uma Barbie. Mas ela pediu, e eu perdi o metrô . E se eu não tivesse trocado de lugar no metrô talvez eu nem teria te visto. Está vendo? Uma coisa ligou a outra, e todas juntas me levaram até você. E quer saber, se você estivesse lá no final eu poderia repetir todo esse dia horrível. Por você. 


Você: Doido. Problema mental, é isso que você tem. Olha Justin, eu realmente não estou entendendo nada. Mas cara, sai dessa. Isso não leva uma pessoa a outra. Isso não é destino. - eu disse me levantando enquanto ele me olhava com uma carinha de dar dó - Eu sinto muito, mas isso não é amor. - e aí eu fui embora. Com os pensamentos a mil. Ninguém nunca se apaixonou por mim, e não vai ser assim, de uma hora pra outra, que o meu conto de fadas vai acontecer. 




Continua.  
Amores, mil desculpas pela demora. Eu estava com a ideia do capítulo mas não tinha tempo pra escrever =x
Mas finalmente eu estou de férias e prometo não demorar mais =)
Kaah, minha linda, obrigada por comentar viu ?
E por favor, comentem tá?
Beijos ;*   

6 comentários:

  1. Owwn que demais que tá *-*
    Realmente , eu nunca acreditei nisso de amor a primeira vista G.G , se eu visse alguém me seguindo ai ter a mesma reação KKK' identificação aqui !
    Não foi nada , pode sempre comentar com meu comentário aqui n_n , to amando , tadinho do Justin ! Posta loog *-*

    ResponderExcluir
  2. Ownnn.
    Muito perfect...Que fora o Jus,levo me deu muita dó.
    Seguidora nova....Posta logo *_*

    ResponderExcluir
  3. AMiga *--*

    Muito Lindo *-*-*

    Own' tadinho do Justin ='(

    Posta Logo =)

    ResponderExcluir
  4. selinho ;
    http://ficsdakaah.blogspot.com/2011/08/selinho-indicacoes.html

    ResponderExcluir
  5. Amore você ganhou 11 selinhos.. http://nelena-jemi-historias.blogspot.com/2011/08/selinhos.html

    ResponderExcluir
  6. AWWWWWWWWWWWW
    amei amei amei
    justin ser tão lindo
    *---------------*

    ResponderExcluir